Livros que marcaram em 2018

Finalmente saiu a tão aguardada lista dos livros que, de uma forma ou de outra, fizeram a diferença na vida de muita gente no ano de 2018. Aproveito para agradecer a participação dos mais de 150 leitores que contribuíram com a enquete de @divagandoemvagao.
Fiquei extremamente feliz em ver na lista, grandes nomes como Dostoiévski, Franz Kafka, George Orwell, além dos nossos eternos Jorge Amado e Machado de Assis; passando ainda pelo interminável Harry Potter, pela corajosa e inspiradora Malala, pelo nosso mestre Cortella, a conselheira Monja Coen e tantos outros que, com seu talento, e cada qual tratando de temas específicos em suas áreas de conhecimento, servem de inspiração para as nossas próximas leituras.
Mas o que me chamou a atenção este ano foi o grande número de títulos que oferecem soluções milagrosas para os mais variados tipos de problemas que parecem afligir mais pessoas a cada dia. São livros que propõem dicas e soluções práticas para se atingir o sucesso financeiro, a felicidade e a autoestima. Outras questões que aparecem na lista são os temas polêmicos da atualidade, como o preconceito, o feminismo, o bullying e até mesmo a gordofobia.
Enfim, você tem agora uma relação enorme de livros para inspirar as suas próximas leituras. O difícil vai ser escolher apenas um!
Um ótimo ano para você, com muita saúde e oportunidades!
Obs.: A lista completa você encontra no link abaixo:

RESULTADO COMPLETO DA ENQUETE

e-assim-que-acaba
5 VOTOS:
É assim que acaba (Colleen Hoover)

1-kulpyml6zwj8lw05gzr02a
4 VOTOS:
A sutil arte de ligar o foda-se (Mark Manson)

3 VOTOS:
A revolução dos bichos (George Orwell)
Mulheres que correm com os lobos (Clarissa Pinkola Estés)
O conto da aia (Margaret Atwood)
O diário de Anne Frank (Anne Frank)
O ódio que você semeia (Angie Thomas)
O poder do hábito (Charles Duhigg)
O que o Sol faz com as flores (Rupi Kaur)
Outros jeitos de usar a boca (Rupi Kaur)

2 VOTOS:
A desumanização (Valter Hugo Mãe)
Cartas de um diabo a seu aprendiz (C. S. Lewis)
Corte de espinhos e rosas (Sarah J. Maas)
Harry Potter e a pedra filosofal (J. K. Rowling)
Malala, a menina que queria ir para a escola (Adriana Carranca)
Me chame pelo seu nome (André Aciman)
Notas de liberdade (Fred Elboni)
O livro dos abraços (Eduardo Galeano)
O rouxinol (Kristin Hannah)
O segredo (Rhonda Byrne)
Sapiens – Uma breve história da humanidade (Yuval Noah Harari)

Anúncios

O que é estar perto?

photo-1462995708817-6ed9c9552a91É estar a uma distância que nos permita satisfazer os nossos desejos táteis, os nossos instintos inconscientes de posse?
É a vontade de dar um abraço, um beijo, ir ao cinema, dizer coisas olhando nos olhos daqueles que amamos, sem perceber que, possivelmente, nesses abraços e beijos estamos em verdade abraçando a nós mesmos? Satisfazendo as Nossas carências ao invés de estarmos verdadeiramente compartilhando o nosso amor?
Amar não é encoleirar o ser amado. Pelo contrário, é entregá-lo ao mundo e às Suas liberdades, aos Seus desejos. Permitir que se expresse, que viva as Sua própria vida, que busque os Seus caminhos.

Nossos filhos não são nossos. Eles são nossos hóspedes temporários, a quem, de bom grado, recebemos em nossos lares e corações e, com muito amor e dedicação, cuidamos e ensinamos os primeiros passos – num sentido mais amplo da expressão –, até o momento em que Suas asas já lhes permitem alçar os seus primeiros vôos.
Daí pra frente, estar perto é estar longe fisicamente.
É aceitar a distância como prova de amor, de desapego e de missão cumprida. Sem angústias e sem arrependimentos.
É ver, mesmo que forçando a vista, que um pedaço de você está voando ao longe e aceitar isso como felicidade. A felicidade de ter feito o seu melhor, de ter criado as bases para que estes vôos sejam sempre seguros e que levem a lugares incríveis, a prazeres inenarráveis!

Acredito que estar perto transcenda o “estar presente”, a proximidade material.
Afinal, qual a diferença entre estar presente fisicamente e estar a quilômetros de distância?
A diferença são os quilômetros de distância e o nosso corpo físico.
O que sentimos vai além da carne. Está em algum lugar dentro de nós, e é um lugar mágico que encurta distâncias e que reforça ainda mais o ato de amar.
Neste lugar mágico está o nosso amor verdadeiro, o lugar para onde as nossas pequenas aves sempre retornarão, pois sabem que ali está o ninho, o porto seguro, a origem de tudo.
Dali vieram e para todo o sempre estarão unidos, pois, onde existe o verdadeiro amor, o tempo e a distância simplesmente deixam de existir.

Bola de isopor

Post_Lua_2.jpg

A Lua é coisa perfeita / Que nem bola de isopor
Circunferência que enfeita / O lugar por onde for

Naquela noite tão quente / Sua brancura tão pura
Postou-se acima da gente / E iluminou toda a rua

Gota branca em fundo azul / Curava feito remédio
A alegria renascia / Onde outrora havia tédio

A sua beleza imensa / Não dava lugar pra dor
Quem notava sua beleza / Só pensava no amor
Continuar lendo

Qual foi o livro do ano?

51FSiWtr7fL._SX349_BO1,204,203,200_Chega o fim do ano, vêm as promessas da virada de ano… Cá entre nós, Boa parte delas jamais serão cumpridas rs. Mas o que eu quero saber na verdade é o que você andou lendo de bom em 2018. Qual foi o livro que fez com que você parasse num determinado capítulo para refletir sobre o que você acabara de ler, e como aquelas palavras poderiam fazer alguma diferença na sua vida.
Curiosidade? Não! Minha intenção é compartilhar boas leituras, de modo que possamos colaborar de alguma forma para fazer com que a vida de outras pessoas se torne ainda melhor. Benditos livros! Bendita leitura!
Então comente abaixo: “Qual foi o livro que fez a diferença em 2018?
Em janeiro você vai acompanhar aqui no Blog a  lista completa!

Uma história de amor

TVNão sei se com você acontece a mesma coisa, mas lá em casa, quando eu ligo a minha TV, o que é que eu vejo? Corrupção, tsunami, furacão, avião que cai, guerra na Síria, fome na África, refugiados sendo rejeitados, desmatamento, poluição, marido que mata mulher, enfermeira que espanca velhinho, pedofilia, estupro, desemprego, inflação, sistema de saúde em frangalhos, aluno que agride o professor, rebelião no presídio, tráfico de drogas, tubarão que ataca surfista… Socorro!

Preciso mandar arrumar essa televisão. Quando comprei me falaram que pegava que era uma beleza! Que o som era dolby e “os caralho”… que a imagem tinha alta resolução e pontos quânticos… (?)
Mas quando o cara quer vender, ele é quase honesto. Apenas sonega algumas informações importantes. Por exemplo, não me falaram que a TV que eu comprei só captava sinais de desgraça. Se eu soubesse, tinha ido em outra loja. Isso que dá ser muquirana. Meu pai sempre dizia que o barato sai caro. Minha mãe completava dizendo que era economia de português. Continuar lendo

Flaam, sou fã!

20181111_105531_menorFoi com imensa alegria que participei da segunda edição da FLAAM – Feira Literária e Artística de Americana, no interior de São Paulo. No ano passado apresentei meu livro de poesias “Coisas da vida… minha”, e neste ano foi a vez dos recém-criados “Folhetos Paulistas”, uma série de folhetos baseados nos simpáticos livretos da Literatura de Cordel.
É muito bacana ver a participação entusiasmada das crianças e jovens que serão, muitos deles, os nossos futuros escritores. Eventos como esse são fundamentais para incentivar a leitura e a produção de livros e, principalmente, para se criar uma sociedade sábia e tolerante para com as diferenças pois, como nos livros, cada pessoa tem a sua história para contar. E todas elas trazem uma experiência única! Sou muito grato por participar e peço para que todos aqueles que amam os livros, colaborem de alguma forma, não necessariamente com dinheiro (obviamente necessário), mas também como voluntários. Sejam os leitores, seja a Prefeitura, dando o suporte necessário para que a FLAAM – que já é uma realidade na região – possa crescer e levar o nome de Americana para todo o Brasil e o mundo, como um grande centro da literatura brasileira.
Será sempre uma honra participar!

20181031_menor.jpg O Liberal 2018_menor.jpg
Leia aqui a reportagem que saiu no jornal “O Liberal”, de Americana/SP.

 

Feira Literária de Americana

Screen Shot 2018-11-05 at 7.10.18 PMOlá amigos de Americana e região!
Sou Angelo Asson, escritor de São Paulo, e é com muita alegria que irei participar pela segunda vez da Flaam – Feira Literária e Artística de Americana com meus livros e vários produtos para os amantes da leitura. Aqui no blog, você pode saber mais sobre o meu trabalho, e ainda baixar um catálogo para reservar os seus produtinhos!
Espero vocês lá! É neste final de semana, dias 10 e 11, em Americana, São Paulo.

Assista ao vídeo: AQUI